Assalto em Cariús: vigilante e PM foram presos

|


Um soldado da Polícia Militar lotado no município de Iguatu foi uma das nove pessoas presas durante a ação da Polícia para desarticular a quadrilha que assaltou a agência do Banco do Brasil da cidade de Cariús (a 418Km de Fortaleza). O soldado José Rodrigues Alves Júnior estava num bar onde foi localizada parte da quadrilha. Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e a Polícia investiga qual a sua ligação com o grupo criminoso.

Outro preso durante a operação que mobilizou a Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque), Comando do Policiamento do Interior (CPI) e equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e Delegacia de Iguatu, foi o vigilante do banco Francisco Aparecido Vieira. Segundo o que já foi descoberto pela Polícia, o vigilante - que trabalha para a empresa Servs Segurança - foi o responsável pelo fornecimento de importantes informações para que a quadrilha executasse o plano de assalto.

"Durante a ação criminosa, os bandidos usaram, além de balaclavas e luvas, coletes a prova de balas da empresa a qual pertence o vigilante. Isso reforçou a suspeita que já tinha surgido contra ele", destacou o delegado Romério Almeida, titular da DRF, ontem pela manhã.

Os outros presos foram: Antônio Pereira da Silva, o ´Louro´; Antônio Oliveira de Lima; Raimundo Lima Victor; Luis Lucas Viana da Silva, conhecido como ´Luquinhas´; Antônio Edne Silva Miguel; Euqueimar Gomes da Silva e Valter Silva de Sousa.

Oito dos nove presos foram trazidos para Fortaleza, na madrugada de ontem. Eles foram levados para a sede da DRF, onde já na manhã de ontem começaram a ser autuados em flagrante e interrogados sobre o crime.

Inicialmente, a Polícia apontou ´Luquinhas´ e ´Louro´ como dois dos mais perigosos integrantes do bando. De acordo com o titular da DRF, a dupla é acusada de ter participado de uma ação semelhante à ocorrida em Cariús, na cidade de Salgueiro, em Pernambuco. O outro crime teria ocorrido em abril de 2010. "Além disso, a quadrilha está sendo investigada por, pelo menos, sete roubos a bancos no Interior do Ceará. Várias ocorrências foram no ano passado. Parte destes crimes está sendo apurada pelo delegado Agenor, de Iguatu", destacou Romério, que não descarta a participação dos bandidos em assaltos noutros Estados. Com a quadrilha, foram apreendidas uma pistola e três revólveres.

DN

Leia também

Comentários
5 Comentários

5 comentários for " Assalto em Cariús: vigilante e PM foram presos "

  1. NOTA DE ESCLARECIMENTO
    Roubo ao Banco do Brasil de Cariús
    Francisco Aparecido Vieira e Antônio Edme Silva Miguel, neste ato representados pelo seu advogado Dr. Luis Augusto Correia Lima de Oliveira (OAB/CE 22441) vem prestar nota de esclarecimento em face das diversas matérias publicadas em mídias estaduais, as quais noticiaram a participação dos mesmos no roubo a agência do Banco do Brasil em Cariús.
    Inicialmente, convém frisar que as acusações são baseadas em meras suspeitas, especulações e conjecturas, sem nenhuma prova concreta da participação delitiva dos mesmos, configurando constrangimento ilegal, o que não é admitido pelo nosso ordenamento jurídico.
    A prisão não deverá perdurar, tendo em vista que estão presentes os requisitos para concessão da liberdade provisória.
    Será uma tarefa árdua ou até impossível ao Ministério Público provar a participação de Francisco Aparecido Vieira e Antônio Edme Silva Miguel. Lembre-se que em nosso sistema jurídico a acusação tem o ônus de provar cada um dos fatos que integram o tipo penal e a participação dos acusados e até ao final do processo impera a presunção de inocência, princípio basilar do nosso Direito Penal.
    Respeitosamente,
    Dr. Luis Augusto Correia Lima de Oliveira

  2. Foram divulgadas diversas matérias publicadas em mídias
    estaduais, as quais noticiaram a participação
    DO vigilante Francisco Aparecido Vieira
    no roubo a agência do Banco do Brasil em
    Cariús.
    Inicialmente, convém frisar que as acusações
    são baseadas em meras suspeitas da participação delitiva
    do mesmo, causando constrangimento ilegal.

    Ministério Público deve provar a participação de
    Francisco Aparecido Vieira . E referente a utilização de colete,
    o mesmo foi preso no seu local de trabalho e porisso utilizada o que era necessario. Contudo aguardo que os sites e blogs que estão divulgando essas noticias estejam preparados para as devidas providencias dos
    familiares do mesmo.

  3. SE VÃO DIVULGAR NOTICIA PELO MENOS COLOCA O NOME DOS SUSPEITOS DIREITO
    O NOME NÃO É EUQUEIMAR E SIM ( EUCLIMAR )

  4. Qual deles eh conhecido como Banzim??

  5. É triste ver que pessoas se alegram com o sofrimento dos outros, é triste saber que elas não param um minuto pra pesar e saber que poderiam ser uma delas ou um filho, um pai, um irmão. Enfim, pessoas essas que não sabem como eles foram apontados, por quem foram acusados ou ate mesmo como tudo aconteceu se realmente eles tiveram alguma participação.
    Parem com isso pois a verdade aparecerá e tu que julgas como ficará? diante de DEus?

Aviso aos internautas: Comentários anônimos não serão publicados.