REGIONAL

Hospital de oncologia do Cariri suspende assistência a novos pacientes

No Cariri, o único centro de referência eu oferece tratamento às pessoas portadoras de câncer está com o serviço suspenso para novos pacientes. De acordo com a direção do Hospital São Vicente de Paulo, responsável pela oncologia, o tratamento para mais de 600 pessoas está sendo recusado todo mês, por problemas financeiros e falta de estrutura física. Quem depende da radioterapia e quimioterapia para tratar a doença tem como opção se submeter a uma fila de espera ou tentar encaminhamento para os leitos de Fortaleza.

O diretor executivo do Hospital, Antonio de Freitas, explica que desde maio do ano passado a instituição alerta tanto a Secretaria de Saúde Estadual quanto ao Ministério da Saúde, sobre a urgência de aporte adicional de recursos para suprir o aumento da demanda que, em 13 anos, passou de cinco atendimentos mensais para mais de mil, atualmente. “Infelizmente deixamos de atender, em média, 660 novos pacientes por mês. Falta dinheiro e espaço na oncologia/hematologia”, justificou.

A Secretaria de Saúde do Estado, por meio de sua assessoria, informou que está em estudos um projeto que prevê a ampliação do convênio com o hospital em mais de R$ 90 mil, além dos R$ 570 mil já destinados às diversas especialidades médicas, para reforçar a unidade oncológica/hematológica. O aumento do recursos depende da deliberação da Câmara Técnica de Orçamento e Finanças (CTOF) do Conselho Estadual de Saúde (Cesau-CE).



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.