POLITICA

Lobista do PMDB se entrega à PF em Curitiba e já está preso

O lobista Fernando Soares, o “Fernando Baiano”, entregou-se na tarde desta terça-feira (18) na sede da Polícia Federal em Curitiba. Ele era considerado foragido desde sexta-feira (14), quando a PF, sob ordens do juiz federal Sergio Moro, deflagrou a sétima fase da Operação Lava Jato, denominada Juízo Final. Ele é apontado como o contador de figurões do PMDB com o esquema montado para roubar a Petrobras.

Fernando Baiano foi visto em Paris há um mês e em Miami há duas semanas, e divulgou por meio dos advogados que não se entregaria. Mas era para despistar a imprensa e principalmente a Polícia Federal e a Interpol, que estavam em seu encalço.

O advogado de Fernando Baiano, Mario de Oliveira Filho, afirmou que seu cliente está sendo usado como “bode expiatório” e não tem ligações com o PMDB. “(O Fernando) não tem nada com o PMDB, com ninguém, absolutamente ninguém, nada, zero de PMDB”.

Oliveira Filho ainda tentou evitar a prisão do lobista por meio de um  habeas corpus apresentado no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), em Porto Alegre, mas desistiu da estratégia. O pedido foi negado pela Corte.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.