POLITICA

Políticos revelam "homem da mala" da JBS/Friboi

O Tribunal Superior Eleitoral contabiliza R$ 253 milhões em doações do Grupo JBS/Friboi à campanha de 2014, considerando só o que foi registrado oficialmente. O operador do dinheiroduto e executivo do JBS, Ricardo Saud, ganhou apelidos como “Homem da Mala” ou “Homem do Rodízio”. Representando Joesley Batista, o “rei do gado”, que preside o JBS, ele adquiriu acesso à intimidade do poder, organizando churrascos na residência oficial do presidente do Senado, Renan Calheiros.

Joesley Batista, presidente do grupo JBS/Friboi e Ricardo Saud,
o executivo da JBS
Participam de churrascos na casa de Renan senadores como Eduardo Braga (AM), Vital do Rêgo (PB) e Romero Jucá (RR), todos do PMDB.

Deputados e senadores dizem que o JBS seguiu orientação da cúpula do PT, e Ricardo Saud – que ontem esteve em Alagoas – executava.

A ascensão do JBS coincide com a chegada do PT no poder. Na era Lula, o BNDES comprou 24,6% do JBS e injetou nele R$ 10,5 bilhões.

O Grupo JBS informou que Joesley Batista, o “rei do gado”, não falará sobre isso e negou enfaticamente “doações não contabilizadas”. Leia na Coluna Cláudio Humberto.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.