NACIONAL

Vendas no Natal têm primeira queda em cinco anos

O comércio varejista registrou o Natal mais fraco no volume de vendas dos últimos cinco anos. O movimento de vendas a prazo na semana que antecede o Natal, entre os dias 18 e 24 de dezembro, caiu 0,7% em relação ao ano passado, segundo o indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).
Nos anos anteriores as variações positivas foram de 2,97% em 2013; 2,37% em 2012; 2,33% em 2011 e 10,89% em 2010.

De acordo com a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o resultado negativo reflete a tendência de desaquecimento das vendas no varejo observado ao longo de 2014, em virtude do cenário econômico desfavorável, com crédito mais caro, inflação elevada e baixa confiança do consumidor.
"A inflação pesou no bolso dos consumidores. Os juros estão mais elevados e os rendimentos dos trabalhadores já não crescem com tanto vigor como nos últimos anos, o que é fundamental para aquecer o consumo das famílias", afirma a economista.

Promoções

Na avaliação dos economistas do SPC Brasil, o movimento econômico nos últimos dias do ano e nas primeiras semanas de janeiro dependerá da criatividade dos lojistas. "Como essa é a famosa semana das trocas de presentes, a expectativa é de que as promoções reaqueçam o mercado até o final de janeiro. Com os tradicionais descontos, o comerciante tem a oportunidade de emplacar novas vendas para melhorar o fraco desempenho no Natal", afirma.

O Natal é considerado pelos lojistas como a data comemorativa mais importante em faturamento e volume de vendas e costuma movimentar, principalmente, artigos de vestuário, calçados, cosméticos, perfumaria, eletrodomésticos da linha branca e eletrônicos.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.