REGIONAL

Mestre Aniceto, da banda Cabaçal, morre aos 82 anos


Morreu na manhã desta segunda-feira (12) o mestre Antônio Aniceto, aos 82 anos. Nascido Antônio José Lourenço da Silva, era um dos seus integrantes da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, grupo folclórico e musical da cidade do Crato, no Sul do Ceará. Ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVC), agravado por insuficiência renal aguda, e estava internado desde o dia 24 de dezembro no Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte. O velório ocorre na casa dele, no Bairro Batateiras, no Crato; o enterro está previsto para ocorrer nesta terça-feira (13), no Cemitério Público do Crato.

A banda cabaçal dos Irmãos Aniceto surgiu no século XIX com o agricultor José Lourenço da Silva,  o José Aniceto, que transmitiu seus conhecimentos musicais para filhos e netos. A denominação cabaçal decorre do fato de que os tambores eram confeccionados de pele de bode estirada sobre cabaças.
Ainda hoje, os integrantes mantêm a tradição de confeccionar os instrumentos com peles de bode ou carneiro esticadas sobre enormes troncos de madeira, com o miolo retirado a golpes de machado. Os pífanos são feitos de tabocas.

O grupo, sustentado por instrumentos de sopro e percussão, como pífanos, zabumba, caixa e pratos de metal, compõe inspirado no trabalho da roça e na observação do cotidiano da vida do sertão. Atualmente, a banda é composta por seis descendentes dos índios Kariri, todos eles agricultores do Crato. (G1)



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.