OPINIAO

Preso? Nem tanto!


Icó conta e reconta suas histórias cotidianamente; afinal, somos o terceiro município mais antigo do Estado do Ceará, participamos da Confederação do Equador; somos limite de dois Estados da Federação, e, ademais, temos o mais belo patrimônio histórico do nordeste, que o diga, o nosso imponente Teatro da Ribeira dos Icós, de 1860.

Mas, data vênia, agora explico porque Icó é um construtor de histórias. Cômicas, às vezes inconsequentes, mas que forma o pitoresco diário.

Pois bem, veja o que aconteceu recentemente, para confirmar um pouco do preâmbulo.

Houve há poucos dias, um acidente envolvendo motocicletas no centro comercial local. Até aí tudo bem, afinal, o transito em Icó se espelha nos melhores exemplos da Índia.

Porém, um fato chamou a atenção da polícia: um dos acidentados, que pilotava a motocicleta, era pra está preso, por condenação por tráfico de drogas. E estava, mas, apenas no papel.

Instado a explicar, de logo esclareceu: “eu estava um pouco estressado e pedi permissão para dá um passeio nas ruas cidade”, disse o preso-solto.

O nosso diligente e correto Promotor de Justiça, Dr. Thiago Marques, não aceitou a desculpa mais que hilária, e, na oportunidade mandou instaurar inquérito policial para apurar os culpados pela história que chamou a atenção das autoridades.

Se depender o atuante promotor, quem permitiu o passeio do preso pelas ruas da cidade - livre, leve e solto -, vai ganhar o direito a um processo criminal e, também, umas voltinhas na cidade, tal qual o preso, mas longe do serviço público e\ou fora dele pra sempre.

Por: Fabrício Moreira
Advogado


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.