REGIONAL

Sejus determina afastamento de diretor e agentes da Cadeia de Icó após liberação de preso

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará [Sejus], do Governo do Ceará, determinou o afastamento preliminar do diretor da Cadeia Pública de Icó e de dois agentes penitenciários que faziam plantão na unidade prisional no dia em que um preso teria sido liberado para fazer um passeio e logo após se envolveu em um acidente de trânsito.

O detento, cujo nome não foi informado, não tinha autorização para sair da cela e foi recolhido novamente à Cadeia Pública.

Além do afastamento dos funcionários, a Sejus instaurou um processo administrativo e afirmou que as investigações para apurar o caso estão sendo feitas pela Coordenadoria de Inteligência (Coin), do órgão.

O preso cumpre pena de dois anos por tráfico de drogas e alegou que estava estressado e conseguiu “uma folga” da cadeia. O fato aconteceu há cerca de uma semana, mas veio a público somente na última quinta-feira [05].

De acordo com as informações, depois de sair da Cadeia Pública de Icó, o detento foi passear de moto pelas ruas da cidade e se envolveu em um acidente de trânsito, no centro comercial. Ao ser questionado sobre como teria saído da unidade prisional, o detento teria afirmado a um policial militar que efetuou a prisão que “estava um pouco estressado e pediu permissão para dar um passeio nas ruas da cidade”.

O promotor de Justiça, Thiago Marques, determinou a instauração de inquérito policial para apurar quem foram os responsáveis pela permissão pela saída do condenado.

Com informações do Diário do Nordeste Online


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.