POLITICA

Aécio Neves se pronuncia sobre arquivamento contra ele na Lava-Jato


O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, se pronunciou nesta quarta-feira (4), sobre a citação do seu nome pela delator da Operação Lava-Jato, Alberto Youssef. Sobre a citação, Rodrigo Janot, procurador-geral da República, considerou não haver indícios para abertura de inquérito contra Neves e sugeriu ao STF o arquivamento do caso.

O tucano afirmou não saber das citações que envolvem seu nome na Lava-Jato. "Recebo como uma homenagem o arquivamento. Foram infrutíferas as tentativas de setores do governo de envolver a oposição", disse Aécio. Ao longo das investigações da Lava-Jato,  uma construtora citou Aécio, candidato derrotado à Presidência em outubro, como alvo de pressões por parte de empresários.

Janot também recomendou o arquivamento do pedido de inquérito sobre Henrique Eduardo Alves, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Do PMDB-RN, ele deverá agora assumir a pasta do Turismo --só não havia sido indicado justamente porque havia a informação de que ele poderia vir a ser citado na lista de Janot.

Já a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, tiveram pedidos de inquérito aceitos pela PGR. Caberá agora ao ministro Teori Zavascki acatá-los ou não.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.