CIDADE

Lideranças do Centro Sul cobram do secretário de saúde do Estado recursos para custeio do Hospital Regional de Iguatu

Na reunião estiveram presentes o deputado estadual Agenor Neto (PMDB), o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara,
além dos prefeitos de oito municípios que compõe a regional de saúde.
Lideranças políticas da região Centro Sul do Estado se reuniram nesta segunda-feira (23) com o secretário de Saúde do Estado, Carlile Lavor, para cobrar soluções urgentes que possam amenizar o problema de recursos enfrentando pelo Hospital Regional de Iguatu. Atualmente a unidade hospitalar atende a 10 municípios da região, no entanto, a maior parte dos recursos é bancado pela Prefeitura de Iguatu, que somente em 2014 investiu mais de R$ 8 milhões.

Na reunião estiveram presentes o deputado estadual Agenor Neto (PMDB), o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, além dos prefeitos dos municípios de Piquet Carneiro, Mombaça, Jucás, Cariús, Irapuan Pinheiro, Quixelô, Acopiara e Saboeiro.

Durante o encontro, o deputado estadual Agenor Neto propôs uma audiência com o governador Camilo Santana (PT) para tratar do assunto. “Propomos ao secretário Carlile Lavor uma reunião com o governador Camilo Santana para tratar dessas desigualdades regionais na distribuição dos recursos para a saúde. Não é justo a Prefeitura de Iguatu bancar sozinha, com recursos próprios, parte do custeio do Hospital Regional, e a Prefeitura de Sobral não gastar nada com o Hospital da Zona Norte, porque o próprio Estado financia tudo”, disse o parlamentar.

O prefeito Aderilo Alcântara disse que a proposta do município de Iguatu é que parte dos recursos investidos pela Prefeitura do município, cerca de R$ 710 mil, seja rateado pelos demais municípios que enviam seus pacientes para o hospital de Iguatu. “Apresentamos nossa proposta junto ao secretário de saúde do Estado, no entanto, os prefeitos dos demais municípios alegaram dificuldades financeiras, e sugerem que o estado financie o montante. Vamos levar a proposta ao governador Camilo, e esperamos uma solução urgente para o problema”, disse Aderilo Alcântara.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.