REGIONAL

OAB repudia agressão do prefeito afastado contra professor e acompanhará o caso

A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Ceará (OAB-CE), irá acompanhar o caso da agressão do prefeito afastado de Baturité, Bosco Cigano, contra o advogado e professor João Batista Lima de Assis, durante uma assembleia para discutir a situação do Itamaracá Clube, na noite da última terça-feira (21).

A OAB-CE informou que irá encaminhar a denúncia formal recebida à Comissão de Defesa das Prerrogativas para análise urgente, solicitando ações cabíveis contra o agressor. O presidente da Ordem, Valdetário Andrade, ressaltou que a OAB lamenta e repudia a atitude de Bosco Cigano.

O motivo da agressão, segundo o advogado, foi a insatisfação do prefeito afastado em não querer cumprir o tempo determinado de três minutos para intervenção, como teria sido determinado pela assembleia. Enquanto discursava, Bosco foi interrompido duas vezes e, em um gesto inesperado, deu um soco no rosto de João Batista.

Logo em seguida, o Bosco Cigano correu em direção ao professor e desferiu vários outros socos e chutes. A prefeita em exercício Cristiane Braga, presente no local, ficou indignada e chamou a Polícia.

(Fonte: DN)


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.