REGIONAL

Servidores decidem pelo fim da greve em Juazeiro do Norte


Professores da rede municipal de ensino de Juazeiro do Norte decidiram pelo fim da paralisação da categoria durante Assembleia realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SISEMJUN), no final da tarde desta terça-feira (28).

A greve, que já durava 62 dias, foi deflagrada após o executivo municipal se negar a reajustar o salário dos servidores em 13,01%, índice anunciado em janeiro pelo Ministério da Educação, referente ao Piso Nacional do Magistério, que ampliou de R$ 1.697,00 para R$ 1.917,78 a referência mínima para o vencimento das carreiras de professores com formação de nível médio.

Além do reajuste na ordem de 13,01%, o professorado garantiu, ainda, a reserva de 1/3 da jornada de trabalho para realização de estudos e capacitações, a serem realizados durante o segundo semestre do ano, de acordo com o calendário letivo aprovado pelos profissionais da educação.

Além dos professores, os agentes comunitários de saúde e os agentes de endemias, que também aderiram à paralisação dos servidores municipais, também decidiram retornar as atividades, a partir da garantia da aplicabilidade do Piso Nacional da Categoria por meio de decisão judicial. A decisão obriga o município a realizar o pagamento retroativo a aprovação da Lei que estabeleceu o piso da categoria, em julho de 2014. O pagamento do retroativo será efetuado em seis parcelas.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.