CIDADE

Dom Edson de Castro Homem, bispo auxiliar do Rio de Janeiro, vai assumir diocese de Iguatu

O papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 6, o bispo auxiliar do Rio de Janeiro, dom Edson de Castro Homem, 66 anos, como bispo da diocese de Iguatu. A decisão do sumo pontífice obteve ampla repercussão nesta cidade, na região Centro-Sul do Ceará, e foi confirmada, ainda pela manhã, na reunião do Colégio de Consultores, pelo administrador diocesano, padre Lázaro Augusto. O novo bispo tem até o dia 2 de julho próximo para assumir o cargo.

A nomeação do novo bispo ocorre quatro meses após a transferência do então bispo da diocese de Iguatu, dom João Costa, para a arquidiocese de Aracaju, em Sergipe, onde assumiu a função de arcebispo coadjutor. Havia um temor entre os padres locais de que a indicação de um titular da diocese se prolongasse, a exemplo do que ocorreu em Crateús e Sobral.

 “Recebemos a notícia com muita alegria e a nossa expectativa é muito positiva”, disse o administrador diocesano, padre Lázaro Augusto. “É um religioso muito preparado”. O padre Afonso Queiroga, vigário geral da diocese de Iguatu, disse que foram sugeridas duas datas para a solenidade de posse do novo bispo, dias 27 e 28 de junho, quando a Igreja Católica celebra São Pedro e São Paulo.

A Diocese de Iguatu tem 19 municípios em sua circunscrição e 26 paróquias. Tem como padroeiro São José. O bispo auxiliar do Rio será o quarto a assumir a diocese. Dom Edson de Castro Homem tem dez anos de ordenação episcopal.

(Diário Centro Sul)


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.