CIDADE

Greve de servidores municipais de Iguatu começa com baixa adesão

Cerca de 200 servidores públicos e representantes de sindicatos se concentraram
em frente ao Centro Administrativo para protestar por melhorias.
A greve dos servidores municipais de Iguatu começou nesta quarta-feira (10) com baixa adesão. De acordo com estimativas, apenas 8% dos servidores efetivos compareceram ao movimento, cuja concentração aconteceu na Praça da Caixa, no centro da cidade. Cerca de 250 pessoas, incluindo servidores, sindicalistas, e representantes da CUT, Fetraece, PSTU, PSOL, e outros, participaram da manifestação, que finalizou em frente ao Centro Administrativo Municipal.

Nos últimos dias, sindicalistas visitaram a sede das secretarias municipais e escolas para tentar aumentar a adesão ao movimento. Em várias situações, o prefeito Aderilo Alcântara tentou chegar a um acordo com os representantes sindicais, no entanto as negociações pouco avançaram.

A Prefeitura de Iguatu ainda não divulgou um balanço do que pode ter sido afetado, mas o prefeito Aderilo Alcântara disse que a sua gestão está aberta ao diálogo, e que não pode prometer aquilo que não pode pagar. "Temos uma lei de responsabilidade fiscal que precisa ser cumprida. Não podemos inviabilizar a administração pública. Nesses dois anos e meio de gestão já implantamos várias melhorias no contracheque dos servidores. Infelizmente não podemos conter a intransigência de alguns", disse Aderilo Alcântara.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.