CIDADE

Deputado Agenor Neto critica greve dos servidores públicos de Iguatu e diz que o movimento é político

O deputado estadual Agenor Neto (PMDB) criticou a greve dos servidores públicos de Iguatu, que perdura por mais de 35 dias. "A paralisação tem clara conotação política, pois o prefeito Aderilo Alcântara teve sempre um diálogo aberto para negociação com todas as categorias, concedendo, inclusive, ganhos salariais superiores a outros municípios de maior porte", afirmou.

Para embasar sua declaração, o parlamentar lembra que o prefeito Aderilo concedeu aumento de 13% aos professores, ampliou a carga horária de 20 para 40 horas, efetivou um terço de hora atividade, estabeleceu o pagamento de 45 dias de férias para os professores com acréscimo de um terço sobre o mesmo período, revisou o Plano de Carreira, reajustou em 8,8% o salário dos servidores públicos municipais, pagou o décimo quarto salário e implantou o Piso Salarial para os Agentes Comunitários de Saúde, concedeu o piso aos Agentes de Combate a Endemias, concedeu melhoria salarial para os funcionários da saúde por meio da distribuição dos recursos do PMAQ, dentre outros.  
  
"Nunca um gestor, na história de Iguatu, concedeu em um único mandato, tantos ganhos aos servidores públicos municipais", disse Agenor Neto.





Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.