CIDADE

Governo suspende operação carro pipa no município de Iguatu

Presidentes de Associações Comunitárias fizeram a devolução dos tickets de abastecimento de água
Dezoito comunidades rurais do município de Iguatu que estavam sendo atendidas pelo programa de carros pipas do Governo Federal, tiveram seus abastecimentos suspensos esta semana.  Na manhã desta quarta-feira (22) técnicos da Secretaria de Defesa Civil do Estado estiveram na sede da Secretaria de Agricultura do município para recolher o restante dos tickets, entregues no mês passado, que não foram utilizados pelo programa.

Em Iguatu, 38 comunidades passam por problemas no abastecimento de água, no entanto apenas uma parte estava sendo atendida pelo programa. “Apesar das dificuldades financeiras, a Prefeitura de Iguatu tem se empenhado para suprir parte da demanda das comunidades rurais utilizando um caminhão pipa doado pelo Governo Federal através do PAC”, disse Edileuza Pereira, secretária de Agricultura de Iguatu.

 Ela informa que o prefeito Aderilo Alcântara já entrou em contato com os órgãos responsáveis pedindo urgência na solução do problema. “O prefeito Aderilo Alcântara já enviou ofícios ao Ministério da Integração Nacional e a Defesa Civil do Ceará solicitando providências urgentes para que as comunidades voltem a ser abastecidas o mais rápido possível, pois o município não dispõe de recursos para tamanha demanda”, observou.

Geralda Vieira da Costa, do sítio Vaca Morta,
lamentou o descaso do governo com as
comunidades rurais. 
O representante da Defesa Civil do Estado, Subtenente BM Júnior,  disse que a suspensão atendeu a uma determinação do Ministério da Integração Nacional, que após o vencimento de contrato resolveu reestruturar o programa. "Com as novas mudanças impostas pelo Ministério, as zonas urbanas dos municípios serão atendidas pela Defesa Civil do Estado, enquanto o Exército vai se encarregar de abastecer as comunidades rurais de todo interior do Ceará", disse.

A presidente da Associação de Moradores do sítio Vaca Morta, Geralda Vieira Costa, ficou revoltada com a situação. Ela esteve na sede da Secretaria de Agricultura para devolver os tickets. "É revoltante, porque a gente achava que a situação iria se normalizar com a entrega dos kits no mês passado, no entanto, estamos aqui hoje novamente para devolvê-los", disse.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.