REGIONAL

Justiça determina afastamento de Celso Crisóstomo da prefeitura de Canindé


A Justiça determinou o afastamento do prefeito de Canindé, Celso Crisóstomo (PT) por um período de 180 dias. Além de afastado, o prefeito teve seus bens bloqueados no valor de R$ 1.443.199,07.

O juiz Paulo Sérgio dos Reis atendeu à Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa com Pedido de Antecipação de Tutela, impetrada pelo próprio Município de Canindé que havia denunciado o prefeito por utilização indevida de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB).

Conforme a denúncia, os recursos do FUNDEB foram utilizados para pagamentos do Consórcio Público de Saúde e da empresa COOPAG (Cooperação, Parceria e Apoio à Gestão), responsável pela coleta de lixo da cidade.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.