NACIONAL

Servidores do INSS paralisam as atividades em 12 estados

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram entrar em greve nesta terça-feira (7). Também participam da mobilização funcionários de postos e núcleos do Ministério da Saúde, além de locais de trabalho da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A paralisação ocorre em 12 estados: Amapá, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Os funcionários pedem um reajuste salarial de 27,5 % imediato, com aumento gradual durante os próximos quatro anos. Além do reajuste, querem melhorias nas condições de trabalho e no atendimento à população.

Os sindicatos dizem que será feita uma “operação padrão” nas agências do INSS e nos núcleos dos ministérios da Saúde e do Trabalho e Emprego entre 7 e 9 de julho, segundo nota da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps).

Nesta terça, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), que representa a categoria nacionalmente, fará uma reunião no Ministério do Planejamento, responsável pela gestão do órgão, para novas negociações. Segundo a Anasps, haverá um encontro às 14h desta terça com o secretário de relações do trabalho, Sérgio Mendonça.

Procurado, o Ministério da Previdência ainda não se pronunciou sobre a paralisação dos servidores.

G1


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.