POLITICA

Prisão de Dirceu liga Lula à Lava Jato, diz deputado tucano

Para o vice-presidente da CPI da Petrobras, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), a prisão do ex-ministro José Dirceu nesta segunda-feira, 3, liga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao esquema de corrupção da estatal. Dirceu foi peça-chave para a eleição de Lula em 2002 e depois tornou-se ministro da Casa Civil do petista. Ele cumpria prisão domiciliar por causa de seu envolvimento no escândalo do Mensalão.

"O Dirceu comandou a campanha vitoriosa do Lula em 2002. Depois, foi nomeado o ministro todo poderoso do presidente Lula, que o chamava de capitão do time. Isso (a prisão) tem um significado grandioso. Vai diretamente no ex-presidente. Liga diretamente (Lula ao esquema)", disse Imbassahy.

O deputado tucano disse acreditar também que a prisão de Dirceu complica ainda mais a situação do governo na retomada dos trabalhos do Congresso, que volta à ativa nesta segunda-feira, após duas semanas de recesso. Depois de conversar com o presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), Imbassahy deu como certa a aprovação do requerimento para convocar Dirceu para prestar depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito.

"O requerimento de convocação de Dirceu será aprovado sem dúvida nenhuma na próxima reunião deliberativa", afirmou.

Reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo" publicada na semana passada afirma que a intenção da CPI é aprovar e convocar Dirceu à CPI até o início de setembro. Motta e Imbassahy não confirmaram a informação. Ainda não há nenhuma sessão deliberativa agendada na CPI.

A cúpula do colegiado pretende trazer ainda em agosto o diretor-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. Após a divulgação da delação premiada do dono da UTC, Ricardo Pessoa, a intenção da CPI é votar e aprovar a convocação do ministro Aloizio Mercadante, atual titular da Casa Civil.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.