NACIONAL

Programa Ciências Sem Fronteiras paralisa oferta de bolsas

Devido a falta de recursos do Governo Federal, explicitada no orçamento com déficit enviado ao Congresso Nacional, o programa de concessão de bolsas para universitários no exterior, o "Ciência Sem Fronteiras", será congelado pelo menos até o próximo ano. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O orçamento deste ano, de R$ 3,5 bilhões, cairá para R$2,1 bilhões no ano que vem, com redução de 40,3%. O corte foi o maior possível para que não prejudicasse quem já foi aprovado no último edital, e o valor restante será usado para manter estudantes que já estão no exterior.

A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) informou que irá custear 13.330 bolsas entre graduação e pós-graduação em 2016. Já o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), disponibilizará recursos para 22.610 vagas.

Até o momento, a concessão de bolsas pelo "Ciências Sem Fronteiras" vinha crescendo desde que o programa foi lançado em 2011. Após a abertura de 101 mil vagas até o ano passado, a promessa para o novo mandato da presidente Dilma era a criação de mais 100 mil bolsas.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.