CIDADE

PSDB promove o maior evento partidário da história de Iguatu


Crise na economia, na saúde, seca e insegurança pública foram os temas mais debatidos durante o encontro regional do PSDB, realizado na noite desta quinta-feira (29/10), na sede da AABB, em Iguatu. O evento contou com a participação do senador Tasso Jereissati, do presidente regional do partido, Luiz Pontes, do deputado estadual Agenor Neto (PMDB), do médico e ex-deputado José Ilo Dantas, do prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, dos deputados Carlos Matos (PSDB), Dra. Silvana (PMDB), Leonardo Araújo (PMDB), ex-prefeitos, vereadores e lideranças políticas de várias cidades da região Centro Sul e do Cariri.

O senador Tasso Jereissati fez duras críticas ao governo federal, e ressaltou que o Brasil vive hoje uma crise ética, política e econômica liderada pelo PT. "Existe tanta onda de corrupção, tanto descaminho, que nós estamos com uma das maiores secas, e no governo federal ninguém se incomodou com isso, como se a sede e a saúde do nordestino não valessem nada, diante da crise", pontuou. Para o tucano, o governo do PSDB tem um papel muito importante de resgatar a esperança do povo brasileiro. "Precisamos fazer uma grande mobilização para mostrar que não aceitamos essa situação que aí está", completou.

O senador também destacou a importância do ex-deputado José Ilo na construção da história política da região Centro Sul e no Estado. "Uma das honras que tenho na política, é ter feito amigos, e você José Ilo é um dos patrimônios que guardo na minha caminhada política nessa região", disse.

O deputado Agenor Neto (PMDB) iniciou o discurso destacando a importância do trabalho do senador Tasso Jereissati para o desenvolvimento do estado do Ceará, e lamentou a situação de descrédito em que se encontra o país, provocada pelos escândalos de corrupção, registrados diariamente nos meios de comunicação. "Quando a gente pensa que já viu tudo, no dia seguinte surgem mais escândalos para envergonhar o nosso povo", disse.


Para o peemedebista, a oposição deve intensificar sua mobilização, seguindo o recado dados pelas urnas nas últimas eleições. "A nossa base está fortalecida, e não poderíamos deixar de destacar a importância do senador Eunício Oliveira nesse processo, que mesmo enfrentando diversos obstáculos, teve a coragem de colocar seu nome para disputar contra esse grupo político que hoje governa o Ceará. "Há um ano e meio atrás, quem está no poder hoje, dizia que o senador Eunício não tinha a coragem de enfrentar os Ferreiras Gomes. E o senador, com o PSDB ao seu lado, e quase isolado, teve a coragem de se candidatar, dando oportunidade ao povo cearense de fazer sua escolha de maneira democrática", pontuou.

Prioridades

O parlamentar também destacou a falta de prioridade na aplicação dos recursos públicos pelo governo do Estado nos últimos anos. Segundo o deputado, enquanto algumas regiões sofrem com a falta de recursos para gerir o setor da saúde, outras são privilegiadas, como a cidade de Sobral. “O governo investe quase R$ 12 milhões por mês na saúde da região Norte, enquanto para o Centro Sul só investe R$ 390 mil. É lamentável”, disse.

Agenor Neto também deu ênfase no descaso do Governo do Estado na implantação de ações para o combate a seca no Estado. "É uma das maiores secas da história do Ceará, e o governo não tem uma ação concreta de como resolver ou pelo menos minimizar o problema. Prefere gastar dinheiro com a construção de um aquário”, lamentou.









Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.