REGIONAL

Hospital Geral de Fortaleza ameaça suspender leitos de UTI por falta de pagamento


O Hospital Geral de Fortaleza (HGF) enviou na sexta-feira (20/11) um ofício à Secretaria da Saúde do Estado cobrando o pagamento à empresa Cosaúde, prestadora de serviços ao Centro de Terapia Intensiva (CTI), ocasionando com isso a falta de funcionários ao trabalho, visto que alguns sequer possuem dinheiro para pagar o próprio transporte.

De acordo com o comunicado, tal situação põe em risco a assistência aos pacientes, visto que além do desabastecimento, a unidade enfrenta a falta de profissionais de enfermagem e fisioterapia, o que eleva em muito as chances de insucesso terapêutico.

A nota, assinada pelo médico e coordenador do CTI, Marcílio X Adjafre, pede a autorização para fechamento de leitos do CTI até que a situação seja resolvida ou pelo menos amenizada.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.