POLICIAL

Vítimas de chacina de Messejana não possuíam passagem pela polícia


De acordo com informações divulgadas pelo secretário de Segurança e Defesa Social do Ceará, Delci Teixeira, durante coletiva na manhã desta sexta-feira (13), nenhum dos 11 homens mortos na chacina que ocorreu na madrugada da última quinta-feira (12) em Messejana, tinha passagem pela Polícia por crimes violentos ou de envolvimento com tráfico de drogas. Somente duas das pessoas tiveram envolvimento com ações de nível leve: um com acidente de trânsito e outro com pensão alimentícia.

“Nesse caso, um crime de retaliação pela morte do soldado Serpa seria uma reação desmedida e descabida”, afirmou o titular. Ele, contudo, afirma que a informação não descarta as linhas de investigação já divulgadas.

A maior chacina da história do Estado foi registrada na madrugada desta última quinta-feira (12), com 11 mortes. Neste ano, cinco chacinas foram registradas no Ceará, total de 30 vítimas. Cinco pessoas estão no Frotinha da Messejana, recuperando-se de operação após terem sido baleadas. A cúpula da Polícia Militar se reuniu para investigar a sequência de mortes.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.