REGIONAL

Greve impede cumprimento de 150 mil mandados

Durante os quatro meses da greve, ainda vigente, dos oficiais de Justiça do Ceará, calcula-se que 150 mil mandados deixaram de ser cumpridos em todo o Estado, afetando principalmente os jurisdicionados e advogados. Segundo o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado (Sindojus), o movimento ainda não tem perspectiva de acabar, uma vez que o diálogo com o Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) não vem avançando.

A categoria reivindica melhorias nas condições de trabalho e valorização dos profissionais, medidas que, segundo ela, não onerariam o orçamento do Tribunal de Justiça. A greve teve início no dia 3 de agosto. Cerca de 800 oficiais de Justiça atuam no Ceará, sendo 300 deles em Fortaleza e 500 distribuídos pelas 162 comarcas do Interior.


Eles apresentam duas demandas principais. A primeira corresponde à padronização da nomenclatura e também do nível de escolaridade dos profissionais. Hoje, são três as terminologias adotadas: oficial de justiça, oficial de justiça avaliador e analista judiciário em execução de mandados.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.