REGIONAL

Servidores do HGF realizam manifestação e ameaçam paralisar atividades

Os servidores do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) protestam, na manhã desta terça-feira, 1°, contra o atraso de salários, que segundo eles, estão pendentes desde outubro. O ato ocorre um dia após denúncias de falta de insumos no HGF e no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), que emitiu comunicado avisando que transplantes deixarão de ser feitos e os serviços serão reduzidos até atingir 50% da capacidade. Caso os manifestantes não obtenham o pagamento dos salários, as atividades podem ser paralisadas na unidade.

Os servidores, que são técnicos de laboratório, técnicos de enfermagem e enfermeiros, também afirmam estão sem receber vale-transporte para o deslocamento até o trabalho. O protesto teve início às 7 horas da manhã, em frente à unidade, no bairro Papicu. Por volta das 8h40min, os servidores iniciaram caminhada até a sede do Ministério do Trabalho, no Centro, onde vão reivindicar uma reunião com a direção do HGF e com a Secretaria de Saúde.

Segundo a Cooperativa de Trabalho dos Profissionais de Saúde do Estado do Ceará (Coosaúde), mais de 90% dos funcionários do HGF são cooperados. A assessoria do hospital ainda não se pronunciou sobre a paralisação.

.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.