CIDADE

Jornalista Honório Barbosa lança livro biográfico sobre Erasmo Alencar



Foi realizado na noite desta quinta-feira, 21, no auditório do Sesc em Iguatu, o lançamento do livro ‘Erasmo Alencar – vida e política’, escrito pelo jornalista Honório Barbosa. No evento compareceram diversas personalidades da sociedade iguatuense e da política local, como o prefeito Aderilo Alcântara, João de Alencar Oliveira, Eraíza Alencar, filha do homenageado, e outras autoridades.  

O livro biográfico é resultado de várias entrevistas realizadas pelo autor com o político e homenageado, Erasmo Alencar, com o apoio de personalidades locais.

Prefeito Aderilo Alcântara participou do evento.
O jornalista Honório Barbosa seguiu uma narrativa cronológica desde a chegada da Família Rodovalho Alencar a Iguatu na década de 1950 até 2012, contextualizando fatos nacionais, estaduais e locais.

Esta é a primeira obra lançada pelo jornalista Honório Barbosa. Não é uma biografia independente, os fatos narrados retratam o pensamento expresso pelo biografado e demais entrevistados.

UMA VIDA DEDICADA À POLÍTICA

 Erasmo Rodovalho de Alencar teve uma vida dedicada à política. Não se pode conhecer a biografia de Erasmo Alencar dissociada da vida política.

Erasmo Alencar vivenciou uma carreira política fascinante. Começou em Iguatu, como vereador, em 1954, e foi eleito vice-prefeito, em 1958, ao lado de Dr. Gouvêa; foi eleito prefeito em 1970 e três vezes deputado estadual. Foi o parlamentar que mais conseguiu recursos, obras e projetos para a região Centro-Sul do Ceará.

Erasmo Alencar, o deputado de Iguatu, assim era conhecido na Assembleia Legislativa, nas secretarias de governo do Estado. Sempre trabalhando e lutando por melhorias para Iguatu e para a região Centro-Sul do Ceará.

Em 1970 foi eleito prefeito de Iguatu para um mandato de um ano e dez meses. Mandato curto, mas suficiente para criar a Fundação Universitária Centro-Sul (Fucs), semente da futura Faculdade de Educação de Iguatu, e implantar a Escola Municipal, a primeira instituição pública a oferecer o ensino fundamental completo (antigo ginásio); adquiriu o terreno para a construção da Vila Centenário.

Jornalista Honório Barbosa, prefeito Aderilo Alcântara, e as filhas do homenageado
Homem simples, humilde, político acessível a todos, trabalhou com dedicação à causa pública, sempre procurando atender aos que o procuravam, reivindicando obras e projetos para a região Centro-Sul.

Ao longo de sua carreira como parlamentar conseguiu recursos para os setores de Saúde e da Educação e para inúmeras obras de infraestrutura na região.

Erasmo exerceu papel definitivo a favor da emancipação do distrito de Quixelô, em 1985.

Erasmo foi presidente do Clube Recreativo Iguatuense (CRI). Durante o seu mandato, ocorreu a aquisição do terreno da sede atual, na Avenida Agenor Araújo.

Erasmo Alencar foi Secretário de Governo para Assuntos Municipais. Em 1982 foi novamente eleito deputado estadual. Foi um período de grandes realizações, pois graças à influência que exercia junto ao governador Gonzaga Mota, conseguiu implantar inúmeros projetos de infraestrutura na região, obras de rodovias e eletrificação rural.

Na década de 1980, Erasmo Alencar implantou em Iguatu a Fundação Monsenhor Coelho, que dava assistência médica e farmacêutica à população carente. Naquela época, não havia atendimento de emergência hospitalar na cidade.
Em 1986 Erasmo Alencar foi eleito para o terceiro mandato de deputado estadual. Manteve a sua postura firme de reivindicar obras e serviços para a região.

Erasmo Alencar também foi advogado do antigo Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (DAER) e exerceu a função de professor na rede pública estadual de ensino.

Também esteve presente nos principais acontecimentos políticos de Iguatu e do Ceará nos últimos 50 anos. Erasmo Rodovalho de Alencar morreu em Iguatu no último dia 25 de maio, aos 82 anos.

FATOS
O assassinato do vereador Antonio Lavor, em 1955; o incêndio da Prefeitura de Iguatu, em 1959; a chegada da energia elétrica de Paulo Afonso e do primeiro bispo de Iguatu; o Golpe Militar de 1964; a aquisição de um terreno para a construção da Vila Centenário; a implantação da primeira escola ginasial pública de Iguatu; o rompimento com os coronéis do Ceará; a emancipação de Quixelô. Erasmo Alencar esteve presente aos principais acontecimentos políticos de Iguatu e do Ceará nos últimos 50 anos. Leia nessa obra aspectos curiosos e interessantes da vida de Erasmo Alencar, considerado o deputado estadual que mais trabalhou e realizou por Iguatu. 



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.