DESTAQUE

Lobão explica pedido de perdão e volta a provocar Gil, Caetano e Chico

O músico Lobão explicou, nesta segunda-feira, por que pediu perdão, em uma carta aberta, aos músicos Gilberto Gil, Caetano Veloso e Chico Buarque, de quem é um ferrenho crítico.

– Eu pedi desculpas porque perdoar e pedir perdão são das coisas mais bonitas do ser humano. Por que não nutrir admiração por eles? Eles têm seu talento – afirmou ao programa Timeline, da Rádio Gaúcha.

Apesar do pedido, Lobão criticou os militantes pró-governo, cutucando o trio, favorável ao PT. 

– Eu estava afiando minhas unhas e meus dentes o tempo todo. Eles continuam sendo meus adversários. Desonestidade intelectual é pratica corriqueira em todo petista.

Lobão ainda revelou o que pensou sobre Caetano, ao vê-lo no programa Altas Horas, da Rede Globo.

– Eu pensei: "Esse cara sabe que não pode mais defender o governo. Ele não tem mais condição. Tanto que nenhum deles foi no comício do PT. Os que vocês estão defendendo, vocês perderam. Vão pro ralo da história".

Na carta, ele propõe um encontro com os três:

– Vai ficar muito feio se ignorarem. E, se aceitarem, vão admitir que o governo acabou.

Após dizer que o PT está morto, ele também classificou outros dois de oposição:

– O PMDB é uma bosta. E o PSDB é um partido bossa nova, um partido morno.

 E qual partido de Lobão?

– Eu sou o partido do Black Sabbat. Não tem partido que consiga me segurar. Esses partidos são uma porcaria. Bando de sem-vergonha.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.