CIDADE

Agenor Neto denuncia superlotação de presos na delegacia regional de Iguatu

O parlamentar disse que esse tipo de situação tem trazido uma insegurança
muito grande para a região Centro Sul.
A superlotação de presos na Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu foi tema do pronunciamento do deputado Agenor Neto (PMD), na sessão plenária desta terça-feira (10). O parlamentar apresentou relatos de uma situação de rebelião ocorrida na noite de segunda-feira (9), devido à superlotação das celas. "Em duas celas, que era para ter no máximo oito presos, tinha 29 detentos", informou.

O parlamentar disse que esse tipo de situação tem trazido uma insegurança muito grande para a região Centro Sul. "O delegado Jeffirson Pereira está sem a mínima condição de efetuar prisões porque não tem um local para colocar os presos", disse.

Segundo Agenor Neto, a situação se agravou porque a cadeia pública de Iguatu foi interditada pelo juízo das Execuções Criminais por apresentar deficiências nas instalações elétricas e hidrossanitárias. "A sociedade organizada de Iguatu, Ministério Público e o bispo Dom Edson se reuniram com o secretário de Segurança Pública do Estado, mas até agora nada foi resolvido", lamentou. "A falta de atitude do Governo do Estado para solucionar o problema está gerando uma insegurança generalizada na região Centro Sul", completou.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.