POLICIAL

Adolescente cearense desaparece em aeroporto do Rio de Janeiro

Uma adolescente cearense de 15 anos está desaparecida, desde a última quarta-feira (8), quando esperava um voo para Fortaleza no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no Rio de Janeiro. Sarah Neves Mamede sumiu após ir ao banheiro procurar um documento que teria perdido e não voltou mais.

A mãe da jovem, Gecilda Neves, relata que a família estava voltando de Foz do Iguaçu, no Paraná, e  aguardava uma conexão no Rio de Janeiro para Fortaleza. Segundo ela, Sarah estava nervosa e contou que tinha perdido a identidade. “Eu percebi alguma coisa diferente, fiquei observando e teve uma hora que ela sumiu totalmente”, conta.

Gecilda explica que Sarah é adotada e já tinha tentado fugir outras vezes em Fortaleza. A mãe acredita que o desaparecimento da adolescente seja em virtude do processo de rejeição que ela sofreu até ser adotada pela família de Gecilda. “Já é a quarta vez que ela foge, só que era sempre aqui na nossa cidade. É a primeira vez que ela desaparece fora”, diz.

A jovem estava viajando com os pais. Ao constatar que a filha tinha desaparecido, o casal registrou boletim de ocorrência no Rio de Janeiro. Gecilda afirma que, após comunicar a Polícia, eles resolveram voltar para Fortaleza, pois ficaram sem saber o que fazer e não conheciam a capital carioca.

A mãe de Sarah disse que o momento agora, segundo o advogado da família e a própria Polícia, é de aguardar as investigações. Ela revela que o marido chegou a voltar ao Rio de Janeiro, mas já retornou novamente para Fortaleza.

Gecilda contou que um amigo de Sarah chegou a falar com a adolescente através das redes sociais. Ela disse que tudo ainda é muito vago e que a jovem não "puxa assunto". "O amigo disse que ela estava bem, mas não sabemos. É um negócio vago". A mãe informa ainda que espera obter mais informações quando o colega da filha for a casa dela na tarde deste sábado (11).

Sarah estava vestida com calça e jaqueta jeans, tênis bege, lenço no pescoço, blusa com um desenho na frente e carregava uma mochila colorida. Segundo Gecilda, dentro da bolsa a adolescente tinha ainda outras poucas peças de roupa, como uma calça vermelha.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). De acordo com a delegada Elen Souto, titular da unidade, o procedimento policial foi instaurado para apurar o desaparecimento da adolescente. Diligências estão em andamento.

A delegacia pede que quaisquer informações sobre o caso sejam informadas pelas redes sociais ou pelos números (21) 22020338/ 25827129. O Programa SOS Crianças Desaparecidas da Fundação para a Infância e Adolescência também acompanha o caso e solicita que informações sobre Sarah sejam enviadas para os telefones (21) 2286-8337 / 2334-8000 / 98596-5296.

 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.