POLITICA

Presidente do STF nega pedido de prisão de Renan, Jucá e Sarney

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de prisão feito pela Procuradoria-Geral da República para o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), para o senador Romero Jucá (RR) e para o ex-presidente da República José Sarney. De acordo a decisão de Teori, os diálogos, apesar de nada republicanos, não caracterizam tentativa de obstrução das investigações da Lava Jato.

Os pedidos foram feitos com base nos diálogos gravados pelo ex-senador e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em seu acordo de delação premiada. Nos áudios, os políticos estariam articulando uma maneira de "estancar a sangria" provocada pela Lava Jato, como disse Romero Jucá. Teori decidiu também levantar o sigilo de toda a delação premiada de Machado.

Vale lembrar que os pedidos de prisão dos três políticos citados não estão ligados ao pedido de prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Sobre esse assunto, Teori ainda não se manifestou.




Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.