DESTAQUE

Quadra chuvosa no Ceará está 45,2% abaixo da média


O Ceará entrou na lista dos dez anos mais secos da região desde 1951. A quadra chuvosa fechou – de fevereiro a maio – abaixo da média, com 329,3 mm de precipitação e desvio negativo de 45,2%.


O mês com período chuovos mais crítico foi fevereiro, com -55,3%, seguido de abril (-47,8%), maio (-46,6%) e março (-36,2%). Segundo informações da Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme), segundo a climatologia, março e abril são os meses mais chuvosos, com média de 203,4 mm e 188 mm, respectivamente, enquanto, em fevereiro, a média mensal para o Ceará é de 118,6 mm. Já maio alcança somente 90,6 mm.

Este ano, a região Jaguaribana foi a macrorregião mais afetada com desvio percentual negativo de 54,5%. O menor desvio registrado ocorreu no Litoral de Pecém, com -25,1%. O Litoral de Fortaleza apresentou desvio de -39,1%.

A causa da quadra chuvosa abaixo da média está entre os fatores determinantes para o período seco, que são as condições do Oceano Atlântico tropical com predominância de áreas neutras e mais aquecidas, tanto ao norte quanto ao sul do Equador, e a atuação do fenômeno El Niño, na categoria forte, no oceano Pacífico Equatorial.

A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), monitora 153 reservatórios. Do total, 25 estão secos e 39 em volume morto.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.