CIDADE

Oposição de Iguatu deve ir à disputa “rachada”


O clima está azedo no grupo que faz oposição em Iguatu. O que deveria terminar em acordo e assim marcharem juntos numa candidatura única ao executivo municipal, tem se transformado em um verdadeiro imbróglio político, diminuindo ainda mais as chances para um possível sucesso eleitoral no pleito deste ano.

Acontece que o acordão, encabeçado pelo ex-deputado Marcelo Sobreira, teria como objetivo unir todos os partidos de oposição em Iguatu, e juntos marcharem ao lado do pré-candidato Ednaldo Lavor (PDT). As articulações, segundo consta, estão respaldadas pelo governador do Estado e pelos irmãos Ferreira Gomes.

Pedra no caminho

O que se comenta nos bastidores é que Vandeilton Sucupira (PRTB), que se apresenta como uma das opções na disputa, tem andado muito insatisfeito porque estaria havendo um forte movimento para “rifar” sua candidatura. 

Faísca para todo lado.

A realidade é que Vandeilton ainda resiste em apoiar o candidato de Marcelo Sobreira e quer se firmar como a terceira via, apoiado pelo Partido dos Trabalhadores. Acontece que parte do PT quer apoiar é o candidato Ednaldo Lavor. A confusão é grande. Sem falar no problema para a escolha do vice.

Para colocar mais lenha na fogueira ainda tem o empresário Murilo Braga (PEN), que também postula uma candidatura a Prefeito. Murilo, que é desafeto de Marcelo Sobreira, sabe que sua missão é quase impossível, mas quer participar da disputa.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.