INTERNACIONAIS

Mais de 900 milhões de pessoas habitam em favelas, diz ONU


Relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU) estima em mais de 900 milhões o número de pessoas vivendo em favelas em todo o mundo hoje. Cercados pela pobreza, esses indivíduos têm acesso restrito a serviços urbanos básicos, como saneamento e alimentação, e estão suscetíveis a problemas de saúde.

O documento foi divulgado na Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável, conhecida como Habitat III, que reúne na capital do Equador, Quito, representantes dos 193 países membros da ONU. Eles estão discutindo o primeiro programa detalhado para guiar o crescimento das cidades, que garanta a sustentabilidade, sem destruir o meio ambiente e protegendo direitos dos mais vulneráveis.

De acordo com o relatório, esses assentamentos precários emergem como um "tipo dominante e distinto" no século XXI, e tende a agregar cada vez mais pessoas. Em 2014, 54% da população global vivia em cidades, mas esse percentual deve subir para 66% em 2050. No mesmo período, a população que habita favelas deve dobrar de 900 milhões para 1,8 bilhão.

(O GLOBO)


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.