DESTAQUE

Quatro presos são executados e seus corpos queimados no presídio de Itaitinga

Um “acerto de contas”. Esta é a explicação que as autoridades policiais e do Sistema Penitenciário acreditam ser a motivação de quádruplo assassinato ocorrido durante a madrugada desta segunda-feira (3) nas dependências de um presídio na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Os crimes ocorreram numa das Vivências da Casa de Privação Provisória da Liberdade  Professor Jucá Neto, conhecida como CPPL 3, que faz parte do Complexo Penitenciário de Itaitinga (a 26Km de Fortaleza).

O crime pode ter ocorrido ainda na noite de domingo ou no começo da madrugada de hoje. No entanto, os corpos dos quatro detentos assassinados só foram encontrados no começo da manhã pelos agentes penitenciários.

Conforme informações preliminares da Secretaria da Justiça e da Cidadania, detentos se armaram e invadiram as celas destinadas ao isolamento de presos que cumprem punição disciplinar ou são afastados dos demais por medida de segurança.

Corpos queimados

Os quatro “alvos” foram executados sumariamente e tiveram seus corpos queimados completamente. Por conta disso, a Sejus informou que a identificação dos mortos somente será feita através de exames na Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e outra da Pefoce estiveram na manhã de hoje no presídio realizando os primeiros levantamentos na investigação sobre o caso.  


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.