DESTAQUE

Camilo, Cid e Ciro Gomes rompem com Domingos Filho em meio a racha na Assembleia

A eleição para a presidência da Assembleia Legislativa do Ceará, marcada para esta quinta-feira, 1º de dezembro, já fez sua primeira vítima. Em meio à pesada disputa nos bastidores, foi confirmado o rompimento político definitivo entre os grupos de Domingos Filho, conselheiro do TCM, e dos ex-governadores Cid e Ciro Gomes (PDT) no Estado.

Atualmente, o grupo dos Ferreira Gomes, que inclui o governador Camilo Santana (PT) e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT), apoiam a reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT). Segundo conversa de bastidores, a ruptura ocorre por conta do apoio de Domingos à candidatura de Sérgio Aguiar (PDT) na disputa da Assembleia, fato que causou enorme racha na base aliada.

O comportamento de Domingos Filho nos bastidores também teria incomodado aliados. Segundo matéria do jornal O POVO, Domingos teria utilizado sua influência no Tribunal de Contas para pressionar prefeitos e deputados em busca de apoios para Sérgio. Em troca, o conselheiro possuiria acordo com o atual presidente do TCM, Chico Aguiar, para assumir o comando da Corte. Chico é pai de Sérgio Aguiar, que vem negando qualquer relação entre eleições no TCM e AL.

Conforme ainda divulgado, Camilo, Roberto Cláudio, Ciro e Cid já teriam conversado com Domingos duas vezes ao longo das últimas semanas. Eles tentavam negociar saída de Sérgio da disputa e manutenção da aliança no Estado, mas não houve acordo. Nos bastidores, Domingos trabalha com tese de possível candidatura sua em disputa ao Governo do Estado em 2018.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.