REGIONAL

Ceará é o 3º com maior aumento de mortes violentas de jovens, diz IBGE

O Ceará é o terceiro estado com os maiores aumentos de mortes violentas de jovens entre 15 e 24 anos por causas violentas, ou seja, não naturais. O resultado no ranking se repete tanto no levantamento entre homens (alta de 146,4%) como entre mulheres (73,2%). Os dados fazem parte das Estatísticas do Registro Civil 2015, divulgadas na quinta-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento considera acidentes de trânsito, afogamentos, suicídios, homicídios, quedas acidentais. Nas mortes violentas de jovens homens, os dois maiores aumentos foram registrados em Sergipe (179,45%) e Piauí (171,4%). Já nas mortes entre mulheres, Amazonas (171,4%) e Sergipe (85,7%) tiveram as maiores altas do país.


Segundo a pesquisa, as mortes violentas de jovens cresceram na maioria dos estados do Norte e do Nordeste entre 2005 e 2015. As exceções são Acre, Amapá e Pernambuco.

O estudo mostra que os óbitos de jovens por causas violentas tiveram redução nos estados da região Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

As quedas mais significativas nesses índices foram registradas no Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Acre, segundo o IBGE. No Rio de Janeiro, caiu 37,5% entre os homens e 40,8% entre as mulheres; em São Paulo, caiu 33,1% entre homens e 32,7% entre mulheres. No Acre, a queda entre mulheres foi de 50%.

No mesmo período, essas mortes por causas externas tiveram alta expressiva em estados do Norte e Nordeste. A maior parte dos óbitos são de homens, mas, no Amazonas, houve um aumento maior com relação a mortes de jovens mulheres, de 171,4%, enquanto entre homens foi de 128,7%.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.