REGIONAL

26 municípios do Ceará tem saldo positivo na geração de emprego em 2016

Municípios cearenses com mais de 30 mil habitantes conseguiram encerra o ano de 2016 com crescimento do estoque de trabalhadores com carteira assinada, apesar da queda de empregos em todo o país.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Itapipoca apresentou o maior saldo de empregos no Estado, com a geração de 981 vagas formais.

Em segundo lugar ficou a cidade de Brejo Santo, no extremo sul do Estado, com um saldo de 282 empregos gerados. Em Santa Quitéria e Quixeramobim, no Sertão Central, também houve crescimento nos empregos, com saldos de 189 e  174 vagas formais, respectivamente. 

Na Região Metropolitana de Fortaleza, Aquiraz completa o ranking com 124 novos postos de trabalho, resultado de 5.703 admissões e 5.579 demissões.

Ceará

Em todo o Estado do Ceará, em 2016, houve retração de 6.706 postos formais. Os setores mais afetados foram a construção civil, com perda de 3.217 empregos; indústria de transformação (-2.666); agropecuária (-1.135) e serviços (-1.096). 

Em dezembro, pelo segundo mês seguido, o comércio foi o único setor do Estado que teve balanço positivo na geração de empregos, com 1.392 vagas abertas.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.