NACIONAL

MEC libera recurso destinado a remunerar e capacitar professor


O Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), transferiu, na semana passada, R$ 934,2 milhões aos estados e municípios. O recurso corresponde ao salário-educação, que ficou disponível aos entes federativos na terça-feira (17).

Para o município de Iguatu foram liberados um montante de R$ 143.976,20, recursos esses que possibilitam a remuneração de professores e profissionais da educação, além de custear cursos para aperfeiçoamentos dos trabalhadores da área, bem como adquirir equipamentos necessários ao ensino.

Ao todo foram destinados R$ 506,3 milhões para as redes municipais e R$ 427,9 milhões para as redes estaduais e distrital. Os recursos do salário-educação também podem ser utilizados para a concessão de bolsas de estudo a alunos, aquisição de material didático e manutenção de programas de transporte escolar.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.