CIDADE

Novo prefeito de Iguatu ainda não pagou restante de salários de dezembro. Servidores ameaçam paralisação

Servidores públicos municipais aprovaram resolução de paralisação geral
Com 12 dias no cargo, o prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PDT), ainda não quitou o restante do salário de 1/3 dos servidores públicos municipais.  O recurso, cerca de R$ 1,6 milhão foi deixado na conta da Prefeitura pelo ex-prefeito, Aderilo Alcântara. 

Durante entrevista concedida em emissora de rádio de Iguatu, nesta quinta-feira (12), o prefeito Ednaldo Lavor confirmou a existência do dinheiro deixado na conta da Prefeitura pelo ex-prefeito Aderilo, e justificou o atraso no pagamento dos servidores devido a problemas burocráticos no Banco do Brasil. Ele tranquilizou os servidores e disse que o pagamento dos efetivos está garantido.

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Iguatu (SPUMI), Fátima Siqueira, disse hoje, durante entrevista, que compreende as dificuldades para o novo gestor, no entanto entende que não justifica que com quase duas semanas, a nova administração ainda não tenha tido condições de efetuar o pagamento dos servidores municipais. “Nós entendemos as dificuldades da nova gestão, só que já chegamos a 12 dias sem que o servidor público tenha recebido seu salário”, disse.

Servidores deliberam paralisação geral

Durante uma assembleia realizada na Câmara Municipal, na tarde desta quinta-feira (12), os servidores públicos municipais aprovaram resolução de paralisação geral na próxima semana devido ao atraso dos salários referente ao mês de dezembro. “Durante as últimas semanas se buscou o diálogo a fim de solucionar o impasse, mas não foi obtido êxito”, diz a nota, distribuída nas redes sociais. 

Na mesma oportunidade, também foi discutida a pauta de reivindicações que deverá nortear a luta do funcionalismo municipal no ano de 2017 e que será apresentada à nova gestão nos próximos dias.

Nota à imprensa

Em nota distribuída no final da tarde desta quinta-feira (12), a Prefeitura de Iguatu informou que o pagamento do restante dos servidores, referente ao mês dezembro, será efetuado tão logo o Banco do Brasil autorize a movimentação das contas do município.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.