OPINIAO

Papo político: Cadê meu salário?


Está praticamente definida a sucessão no Senado. Sem nenhuma surpresa, Eunício Oliveira (PMDB) será o presidente, ficando a primeira Secretaria, que na prática administra a Casa, nas mãos do senador petista cearense, José Pimentel. Para a mais importante comissão, a de Assuntos Econômicos, Tasso Jereissati (PSDB) ficará com a presidência.

Prenúncio de crise

O governador Camilo Santana montou uma operação de emergência para garantir abastecimento de água de Fortaleza até a chegada da chuva, se vier. E para tanto, fechou contrato com a Coelce por cerca de R$ 10 milhões para construir uma rede de energia entre o município de Jaguaribe e o Açude Castanhão. Bombas já foram instaladas para transferir a água para o canal conhecido por Eixão das Águas ou Canal do Trabalhador.

De olho no dinheiro público

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Filho, mandou sua equipe investigar a emissão de decretos de emergência em 53 municípios cearenses. Iguatu não ficou de fora. Depois de decretar situação de emergência sem uma causa justificável, o prefeito Ednaldo Lavor, por meio da Secretaria Executiva e de Serviços, mandou contratar empresa para realizar a coleta de lixo da cidade durante três meses. O valor do contrato: R$ 1.440.000,00.

Cadê meu salário

E por falar em Iguatu, não tem sido poucas as queixas de parte do funcionalismo municipal com o atraso em seus vencimentos. O prazo, segundo a lei, para efetuar o pagamento do salário na conta do funcionalismo municipal é até o dia 5 de cada mês. Os servidores ameaçam paralisação. O prefeito Ednaldo Lavor (PDT) diz que a burocracia do Banco do Brasil emperrou o pagamento. Já o ex-prefeito Aderilo diz que o dinheiro ficou na conta. Enquanto isso o servidor permanece liso.

Por: Luiz F. de Vasconcelos


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.