CIDADE

Reforma administrativa do novo prefeito corta secretarias, cria novos cargos e aumento de salários

Sessão na Câmara Municipal vai votar projeto
A Câmara Municipal de Iguatu realiza sessão extraordinária na manhã desta sexta-feira (6), a partir das 8 horas, para apreciar mensagem do Poder Executivo que trata da Reforma Administrativa. Dentre as mudanças estão a extinção de secretarias, que passarão a status de coordenadorias. Também será criada a Secretaria de Cidadania e Relações Institucionais.

Será também analisada proposta de ajuda financeira para a Associação Desportiva Iguatu – ADI, num montante de R$ 160 mil.

A criação de novos cargos e o consequente aumento nas remunerações será um dos pontos mais discutidos pelos parlamentares. Na nova proposta de estrutura organizacional, o prefeito propõe a redução de 812 para 657 cargos de comissão.

É importante ressaltar que, desse total (812), na gestão do prefeito Aderilo, eram nomeados cerca de 470 cargos, isso em setembro de 2016. Acontece que na nova proposta do prefeito Ednaldo Lavor há uma intenção de redução para 657 cargos em comissão, o que torna uma incógnita, se o atual gestor pretende preencher todas as vagas disponíveis ou apenas parte delas.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.