CIDADE

Restrição de senhas aos funcionários do setor de tributação da prefeitura de Iguatu repercute

A matéria foi postada na noite de segunda-feira, 9, e causou muita repercussão na sociedade de Iguatu. Conforme divulgado, na última sessão extraordinária, realizada na sexta-feira (7) na Câmara Municipal de Iguatu, os vereadores aprovaram o projeto de Reforma Administrativa do Executivo Municipal. Numa das propostas modificadas, inclusive com o apoio dos 12 vereadores que compõe a bancada de apoio ao prefeito, foi alterado o artigo 33 da Lei 1.473, onde no inciso XXVII, determina que "a senha para abrir quaisquer sistemas, dívida ativa ou não, emissão de alvarás, liberação de certidão e outras atribuições é de exclusividade do secretário de Finanças ou pessoas de sua inteira confiança, sendo vedada para os fiscais de tributos e auditores".

O assunto ganhou as redes sociais em amplo debate, que envolveu até um vereador da base de apoio ao prefeito Ednaldo Lavor. Segundo informações que obtivemos na manhã desta terça-feira, 10, os fiscais de tributos estariam se organizando para denunciar a situação ao Ministério Público de Iguatu.

Os servidores alegam que essas atribuições eram exercidas pelos mesmos na gestão anterior e que a falta de acesso aos dados dos contribuintes vai prejudicar o rendimento de suas funções juntos ao setor de arrecadação.

Ainda conforme o que foi apurado, de início, o movimento estaria sendo conduzido apenas pelos fiscais de tributos. Os dois auditores fiscais que trabalham no setor ainda não teriam se manifestado sobre assunto.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.