CIDADE

Motoristas de Iguatu ainda desrespeitam a faixa de pedestre

A maioria dos motociclistas sequer respeitam a faixa de domínio da faixa de pedestres. Foto: Luiz Vasconcelos
O estudante do ensino médio, Igor de Oliveira, de 18 anos, sabe que tem a preferência, mas não se arrisca. Ele relata que ao atravessar uma rua ou avenida do centro comercial de Iguatu, espera até que todos os carros e motos passem. "São poucos os que respeitam as faixas de pedestres, principalmente os motociclistas. Tenho medo de ser atropelado, por isso não me arrisco", disse.

O problema da falta de respeito às sinalizações de trânsito, principalmente no que diz respeito às faixas de pedestres, está longe de ser resolvido, apesar do Código de Trânsito Brasileiro (CTP) garantir a preferência para quem está a pé e necessita fazer a travessia de um lado para outro da via pública. 

A doméstica Ivonete de Oliveira, de 36 anos, disse que não confia na sinalização da faixa de pedestre, e conta que já andou bem perto de ser colhida por uma motocicleta, ao tentar atravessar uma avenida de Iguatu. "Parei na faixa, e dois veículos me deram a preferência, mas quando tentei atravessar, por muito pouco não fui atropelada por uma moto que trafegava em alta velocidade", explicou.   

De acordo com o artigo 70, capítulo IV, do Código de Trânsito Brasileiro, os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste Código.

A legislação ressalta ainda que nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.