CIDADE

Prefeito de Iguatu reduz valor das diárias para os motoristas de ambulâncias do município


A Câmara de vereadores de Iguatu aprovou, durante a ordem do dia da sessão plenária desta quarta-feira (8), o projeto de Lei Nº 006/2017, oriundo da mensagem nº 06, de autoria do Executivo Municipal, que dispõe sobre a fixação de diárias e ajuda de custo aos funcionários e agentes políticos do município de Iguatu. Votaram contrários ao projeto os vereadores Antônio Baixinho, Lindovan Oliveira, Louro da Barra e Edson Adriano.

Um dos destaques polêmicos da matéria ficou por conta da redução de até 50% no valor das diárias dos motoristas das ambulâncias da Secretaria de Saúde de Iguatu.

Vereador Antônio Baixinho
Marcos Vinicius, funcionário efetivo e motorista de ambulância do Hospital Regional do Município, lamentou a atitude do prefeito Ednaldo Lavor. Ele disse que o gestor deveria era implementar projetos para valorizar os servidores públicos ao invés de retirar direitos. 

Os vereadores da bancada de oposição criticaram duramente o projeto. O líder do bloco de oposição, vereador Antônio Baixinho, disse que se sentia envergonhado com a atitude do prefeito Ednaldo Lavor.

Durante a sessão os vereadores aprovaram projeto de Lei nº 002/2017, que autoriza a Prefeitura de Iguatu a celebrar convênio com a Associação Desportiva Iguatu (ADI) no valor de R$ 160 mil.

Vereador Lindovan Oliveira
A Câmara também aprovou projeto de Lei nº 003/2017, que isenta a Prefeitura de Iguatu das tarifas devidas ao SAAE. O vereador Lindovan Oliveira (PSD) ainda tentou propor emenda ao projeto, isentando a Casa de Saúde Agenor Araújo ao pagamento da tarifa de água. A proposta foi rejeitada pela maioria dos vereadores.
Também foi aprovado o projeto de nº 007/2017, que autoriza a Prefeitura de Iguatu a realizar contratação temporária de servidores públicos para atender as necessidades do poder executivo Municipal. 


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.