REGIONAL

Cartórios cearenses aderem à Central Nacional de Informações do Registro Civil


Ficará mais fácil, rápido, econômico e sem burocracia a retirada de segunda via de documentos, como certidões de nascimentos, casamentos e óbitos para quem mora no Ceará e que tenha estes registros situados em outro estado ou cidades do interior.


Essa demanda de serviços vai ficar disponível em 475 cartórios cearenses que aderiram à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC). A prestação do serviço começa no dia 1º de maio nas unidades da Capital, da Região Metropolitana de Fortaleza e de Sobral, em seguida, nas de Crato, Juazeiro do Norte e Iguatu e, até o dia 13 de junho, no restante dos municípios do Estado.

Treinamento

A novidade foi apresentada para os titulares de cartórios de todo o Estado, em encontro realizado, ontem, no Ponta Mar Hotel. Durante o evento, houve treinamento sobre a utilização do sistema e foi emitida a primeira certidão, fruto dessa integração.

O presidente da Associação Cearense dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/CE), Jaime Araripe adianta que outros encontros acontecerão no Estado. "Dia 13 de maio, no Crato, abrangendo o Centro-Sul e Cariri, depois, ainda em data a ser marcada, em Sobral e, com os cartórios da região norte e na Ibiapaba, para o Sertão Central e serras", frisa.

Essa integração do registro civil entre os estados só é possível devido ao convênio firmado entre as Associações dos Registradores de Pessoas Naturais de São Paulo e Ceará, vinculados à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC), e autorizado pelo provimento n° 4/2017, da Corregedoria Geral de Justiça do Estado do Ceará (CGJ-CE).


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.