CIDADE

Força-tarefa do Tribunal de Justiça vem a Iguatu para mutirão de audiências

Juíza auxiliar Leila Regina Corado Lobato - Foto: Honório Barbosa 
Após atender à comarca judicial de Canindé, no mês passado, a força-tarefa do Tribunal de Justiça do Estado (TJCE) atuará no município de Iguatu no período de 24 a 28 de abril. Denominado Grupo de Descongestionamento, o trabalho tem por finalidade reduzir o número de processos, através de audiências e julgamentos na 2ª Vara e no Juizado Especial.

O pedido para a vinda da força-tarefa a Iguatu foi apresentado pela subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), mediante o acúmulo de processos e a demora no julgamento das ações, em particular do Juizado Especial.

O grupo é coordenador pelo desembargador Inácio Cortez, que fez uma avaliação positiva do trabalho realizado na Comarca de Canindé. "Foram proferidas 1.671 sentenças, na 2ª Vara, e realizadas 251 audiências criminais e cíveis", informou. "O nosso esforço é para servir, atender bem a população, aos jurisdicionados, e precisamos dar satisfação à sociedade", disse.

Em Iguatu, no Juizado Especial, a meta é julgar mais de 50% de um total de aproximadamente 800 processos. Leila Regina Lobato, juíza auxiliar, mantém uma rotina de trabalho dividido entre as comarcas de Jaguaribe, Orós e Iguatu.

Neste ano, o calendário de trabalho do grupo prevê mutirão em amio na comarca de Acopiara; em junho, Arneiroz e Tauá; em julho, em Russas; agosto, Campos Sales; setembro, Assaré e Tarrafas; outubro em Sobral; novembro em Crateús e em dezembro, provavelmente, no município de Acaraú.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.