REGIONAL

MPCE cumpre mandados de prisão preventiva de envolvidos na operação Carroça em Itarema

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e pela Polícia Civil do Ceará, cumpriu dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão em um escritório de advocacia e na residência de seus titulares neste sábado (1º).

A ação faz parte da operação Carroça, que investiga fraudes de licitação, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo os serviços de transporte escolar no município de Itarema, nos anos de 2013 a 2015.

De acordo com o promotor de Justiça Manoel Epaminondas, os presos já são réus em ação penal promovida pelo Ministério Público perante o juízo de Itarema, onde são imputados os crimes de organização criminosa, dispensa ilegal de procedimento licitatório, fraude à licitação, peculato e lavagem de dinheiro.

"Descobrimos que estavam forjando uma declaração para o Ministério Público e solicitamos a prisão com as provas que conseguimos coletar. Um advogado foi preso e o outro está foragido. O que vai ser feito agora é acrescentar outras pessoas que estavam sendo omitidas", afirma Epaminondas. Os nomes dos envolvidos na operação ainda não podem ser divulgados.

As investigações revelaram uma trama montada para forjar versões a serem apresentadas ao Ministério Público, e posteriormente à Justiça, cujo objetivo era ocultar a identificação e a participação de integrantes da organização criminosa montada para desviar verbas do transporte escolar em Itarema, configurando também o crime de embaraço à investigação de crimes praticados por organização criminosa.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.