POLICIAL

Suspeito de fraudar licitações é preso no Ceará durante Operação Escamoteamento


Um homem foi preso nesta sexta-feira (7) suspeito de fraudes em licitações públicas e lavagem de dinheiro no município de Tianguá, Região da Ibiapaba, no Ceará.

A ação aconteceu em cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão durante a Operação Escamoteamento, realizado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da comarca do município de Cocal, no Piauí, junto com cerca de outros 90 mandados, de vários tipos, dentro da mesma Operação.

O homem foi preso em sua residência, onde estava registrado o endereço de uma empresa fantasma. No local, os policiais apreenderam documentos empresariais, livros contábeis, computadores, notebooks e outros materiais que serão analisados para comprovar as fraudes. Uma pistola calibre 635, com um carregador e munições, também foi encontrada.

Após o flagrante, o suspeito foi conduzido à Delegacia Regional de Tianguá, onde foram lavradas as autuações por posse ilegal de arma e munição. O material apreendido foi levado para a sede do Ministério Público do Piauí.

Operação Escamoteamento

O Gaeco, com apoio da PRF, deflagraram a Operação Escamoteamento contra empresas fantasmas suspeitas de fraudar licitações de prefeituras. Ao todo, 96 mandados judiciais são cumpridos no Piauí e Ceará.

A ação é resultado de um ano e quatro meses de investigação contra a organização criminosa, que fraudava licitações de obras públicas e prestações de serviços para prefeituras piauienses. De acordo com o coordenador do Gaeco, promotor Rômulo Cordão, servidores públicos e empresários estariam envolvidos no esquema, que desviou cerca de R$ 200 milhões dos cofres públicos.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.