POLITICA

A compra da República: JBS distribuiu R$600 milhões em propina a 1.829 políticos


As delações da JBS continuam revelando fatos estarrecedores sobre os bastidores da política brasileira. Dessa vez as informações são de delação de Ricardo Saud, ex-diretor de Relações Internacionais da empresa dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Ele disse aos procuradores da operação LavaJato que pagou propina a 1.829 políticos. Os pagamentos envolvem 28 ou 35 partidos registrados atualmente. O valor distribuído se aproxima dos R$ 600 milhões e, segundo o delator, apenas R$ 10 milhões ou R$ 15 milhões não eram propina. Graças a esse montante foram eleitos 179 deputados estaduais, 167 deputados federais, 28 senadores e 16 governadores.

Na conta do delator, foram beneficiados quatro governadores eleitos pelo PMDB, quatro do PSDB, três do PT, dois do PSB, um do PP e um do PSD. Ele disse que fez um estudo por conta própria para contabilizar todas as pessoas que receberam propina de forma direta ou indireta e que os beneficiados sabiam que o dinheiro era de origem ilícita.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.