NACIONAL

Saque do FGTS inativo pode ser suspenso por falta de votação no Congresso

O saque das contas inativas do FGTS pode ser suspenso após o tumulto causado pela crise política relacionada às delações dos donos da JBS. As incertezas enfraquecem Governo e base aliada e dificultam a aprovação de novas leis. 

A Medida Provisória MP 763/2016, que autoriza a retirada do fundo trabalhista para contratos encerrados até 31 de dezembro de 2015, terá o prazo de validade vencido no próximo dia  1°, quando precisará de aprovação na Câmara dos Deputados e no Senado para se transformar em lei e garantir a continuidade ao saque do benefício. 

Os trabalhadores nascidos nos meses de setembro a dezembro, que ainda não tiveram o direito de sacar o saldo inativo, correm o risco de não receber. O saque para os nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro está previsto para o próximo dia 16 e 14 de julho para os nascidos em dezembro.

Os brasileiros nascidos de janeiro a agosto já sacaram mais de R$ 24,4 bilhões das contas inativas, de acordo com dados da Caixa Econômica Federal. Mais de 15 milhões de trabalhadores já receberam o benefício. Caso a MP seja transformada em lei, os aniversariantes de setembro a dezembro poderão retirar o recurso trabalhista nos prazos já estabelecidos anteriormente. A data limite para os saques de forma geral termina em 31 de julho.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.